“Não percebia o quanto ela era especial”

News3


A assistente administrativa Divanice dos Santos Rocha (foto ao lado), de 39 anos, cresceu em um ambiente sem estabilidade familiar, pois viu sua mãe passar por vários relacionamentos sempre com brigas e separações. Esses fatos cooperaram para que ela crescesse com muita insegurança. 

Como em um filme, Divanice parecia viver o mesmo papel interpretado pela mãe, já que não conseguia ser feliz no amor. A assistente administrativa chegou a se envolver com uma pessoa bem mais velha do que ela e por incompatibilidade e falta de comunicação entre os dois chegaram ao término do relacionamento.

Com medo de novas decepções, ela decidiu ficar sozinha e deixou de aplicar suas forças na vida amorosa. “Se fosse para sofrer, eu preferia ficar sozinha. Por isso, foquei nos estudos”, completou.

Mas, mesmo dedicada aos estudos e decidida a ficar sozinha, ela sofria com a solidão. Foi nessa situação e cheia de traumas que Divanice recebeu um convite para participar de uma palestra da “Terapia do Amor”. Na primeira palestra já conseguiu perceber alguns pontos que poderia trabalhar em si mesma. Observou que precisava se livrar do peso das desilusões amorosas e que o drama vivido por sua mãe não precisava se repetir em sua vida.

Divanice se sentiu tão bem com o que aprendeu que convidou um amigo da faculdade para participar das palestras com ela.

Aprendendo juntos

O amigo era o militar Mauro Sérgio Rocha, de 50 anos. Por causa de seu trabalho, ele viajava com frequência e tinha relacionamentos passageiros e sem comprometimento. “Eu não sabia o que era a ‘Terapia do Amor’, mas aceitei participar, pois mesmo conhecendo muitas pessoas, me sentia vazio”, comentou o militar.

A mudança dele

Mauro Sérgio aprendeu que precisava mudar em muitos aspectos e que sua vida amorosa precisava ser levada a sério. Foi a partir disso que passou a obedecer aos ensinamentos que recebia nas palestras.

O militar percebeu que seu carinho por Divanice aumentava a cada dia. Foi então que ele a pediu em namoro. “A pessoa que eu queria ao meu lado por todo aquele tempo esteve sempre ali, mas antes, com uma vida amorosa sem compromisso, não percebia o quanto ela era especial”, revelou.

A mudança dela

Com o passar do tempo, Divanice se livrou dos complexos e inseguranças, passou a enxergar seu real valor e aprendeu que precisava se amar antes de amar alguém. “Com meu interior curado, me sentia pronta para amar, já não tinha mais aquele medo de sofrer.”

Namorando e frequentando as palestras o casal aprendeu a construir o amor inteligente e o resultado desse aprendizado foi o noivado e depois o casamento, oficializado na Universal localizada na rua Joaquim Nabuco, 2.245, em Porto Velho, no dia 12 de outubro deste ano.

“Eu contava as horas para que aquele momento chegasse. Enquanto caminhávamos para o Altar, passava um filme na minha mente com tudo o que vivemos juntos”, recorda Mauro Sérgio. “Na ‘Terapia do Amor’ nós namoramos, noivamos e casamos. Lá aprendemos a estruturar nosso relacionamento e principalmente recebemos a bênção de Deus”, finaliza Divanice.

Para saber mais como resolver os problemas da vida amorosa, participe das palestras da Terapia do Amor, todas às quintas-feiras, em uma Universal mais próxima de você. A cada palestra, casais, noivos, namorados e solteiros aprendem sobre o amor inteligente e como desenvolver o relacionamento a dois.

Por Kelly Lopes / Fotos: Arquivo pessoal

Compartilhe:

Deixe seu comentário